• Renato Martins

Ragga-Funk

O que os dreads tem a ver com o Funk?

A mistura de sons sempre gerou novos sons e estilos. Dessa vez é o ragga que se mistura com o Funk. Jimmy Luv é um MC bem conhecido na cena de ragga. Com uma sonoridade única e bom domínio de palco, tem elevado o nivel do ragga aqui no Brasil. Como em uma experiência, gravou alguns sons ao estilo funk carioca, para testar suas habilidades. Dessa experiência veio 3 produções bem legais.

Com Vem pro Baile, mistura a forma de rimar do ragga com batidas fortes e efeitos sintéticos da música eletrônica. Um perfeito exemplo da mistura de estilos, pois usa gírias do ragga, como sistema de som (termo comum no ragga). Dentre as 3, essa foi a que mais nos agradou, pois tem sua autenticidade, sonoridade ragga e batidas bem legais.

Jimmy Luv – Vem Pro Baile (prod. Pro Efx)https://funknacaixa.files.wordpress.com/2011/02/jimmy-luv-vem-pro-baile-prod-pro-efx1.mp3

Segunda Produção, Safada, mostra bem a cara do Jimmy Luv do ragga. Rimas interessantes com sua sensualidade e malícia do funk carioca, mas na sonoridade ragga. Com bases simples e sem muito efeito mostra a experiência de misturar estilos musicais.

Jimmy Luv – Safadahttps://funknacaixa.files.wordpress.com/2011/02/jimmy-luv-safada.mp3

Com sua terceira e ultima produção de funk, vem o Apito. Bem típico do funk carioca, as rimas falam de um assunto comum mas com duplo sentido. Um produção de bases interessantes, pois as rimas e a melodia se combinam sem muito segredo e sem o apelo de samplers conhecidos de apito ou uma repetição forçada para passar a idéia tema da música. Mesmo assim, ainda se percebe a inflência do ragga na hora da rima. Sera isso uma tendência?

Jimmy Luv – Apitohttps://funknacaixa.files.wordpress.com/2011/02/jimmy-luv-apito1.mp3

#Ragga #funkcarioca #JimmyLuv #novidade #produções #download

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo