• Renato Martins

Guto de Almeida opina: O funk esta mudando

Nosso amigo e colaborador Guto de Almeida, estava com preguiça de entrar no seu login e enviou sua opnião por e-mail. Fizemos a gentileza de posta-la. Segura a bronca do produtor:


E ae Galera?! Eu estava sumido, pois aconteceram muitas coisas dês do começo do ano até a atualidade. Eu me Casei, arrumei um Trampo com carteira assinada, to mobilhando meu AP com minha linda (minha mulher pra quem for Tapado hahaha) e isso me tirou um Tempo que destinava à música e ao Funk na Caixa.

Agora que expliquei porque to/estava “OUT” do Blog, queria escrever sobre uma analise que ando fazendo sobre o Funk na sua atualidade. Como sabemos, o Funk é uma música periférica que expressa o que o povo mais carente financeiramente vive, e era pra ser assim. MAS… agora o apelo é outro… O Funk agora é aquilo que o povo mais carente financeiramente QUER SER! Se antes os Funks falavam da dura vida da Favela ou da Gatinha que ele amava, agora fala da Roupa, Carro, Moto, Bebida e Mulher que eles querem ter. Se já não bastasse isso, muitas vezes se escuta nas letras o que eles QUEREM FAZER com tudo isso. Isso é Ruim? Bom, num sei… O Lance é que esta cada vez mais “IGUAL” as músicas e você acaba ficando saudosista dos Funks de antigamente. Quem não se lembra e sente uma nostalgia de “GLAMUROSA” do grande MC Marcinho? Ou então do “CHICLETE” (hit que toca muito e acaba grudando na cabeça) “ELA SÓ PÉNSA EM BEIJAR (SE ELA DANÇA EU DANÇO)” do MC Leozinho? Esses Funks são muito melosos pra você? OK, temos também “DONA GIGI” dos Os Caçadores e “CABELO ENCOLHEU” do MC Frank. O que quero dizer é que antigamente os Funks contavam de FATO o que era vivido na Favela, e era interessante e super divertido… até sua avó poderia escutar e dançar! Mas agora eu tenho até vergonha as vezes de escutar um Funk no Carro, pois ficam olhando pra sua cara como se fosse um CRIME aquilo que você ta escutando! Alguns vão dizer que o que está sendo dito nas músicas atuais é a REALIDADE de hoje em dia. OK, pode ser. Mas é uma coisa que acaba fazendo o Funk ficar vinculado a pessoas que só querem saber de ostentar ou “PORTAR” como é o dialeto na Quebrada. E não é bem assim… Acredito que deveriam ter mais Funks como os do MC Koringa, o cara faz um funk Gostoso de escutar, bem produzido e é um dos queridinhos da Mídia agora, pois está com “2” músicas na Novela das 8 da Globo! Ele está errado? Acredito que não… TODO MUNDO que faz música tem sonho de ser famoso e ser reconhecido pelo seu trabalho, ou estou errado?

Bom, espero que entendam minha analise. Não estou Discriminando o Funk de Hoje, eu até escuto alguns e GOSTO, quer um exemplo? Tem um remix do MC Nego Blu para “AS MINA DO KIT” que é muito bem feito e gostoso de escutar! Olha ae o link:

Guto de Almeida.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo