• Renato Martins

As 9as do Cheronbyl


10552570_767390496633561_3398290925908752213_n

Chernobyl mostrando seu lado “ostentação-sensual”.

Nosso bom e velho amigo Chernobyl acaba de liberar 3 bases pra você, Mc, aproveitar e o mostrar o seu talento musical. Sim, quando chega próximo do Natal o produtor fica emotivo e seu sentimentos de fraternidade afloram e ele resolveu ajudar o próximo.

Bem, na verdade, o Chernobyl lançou 3 riddim, (aquela palavra inglesa sem uma tradução exata para o português que significa uma base ou um ritmo) de Neo Baile Funk. AI QUE SAUDADES DESSE SOM. Numa avalanche de favela trap pra cima e pra baixo, ou baile twerk, o produtor do Rio Grande do Sul resgata aquele bom e velho electro com batidas de baile funk, junto dos seus edit’s magníficos (que fica para o próximo post) de vocais únicos de funk em músicas da EDM.

Vamos chegar logo ao ponto e apresentar logo o material:



Nas duas músicas acima, o produtor mostra o seu pézinho no rock. Seja num sample de uma guitarra afiada ou na inspiração do Duran Duran na (Durão Durão). Já a batida do funk, continua mais do que presente nas duas produções.


Já na terceira base, se a Nicky Minaj pode se apropriar do Miami Bass, vertente do funk americano que originou o funk carioca, o Fredi também pode. E ele o fez de maneira fantástica recriando a Anaconda, só que agora com pontos de funk. A base compete com Montagem Ásia no quesito criatividade.

Como dito pro produtor, ao ouvir as novidades do produtor, a mão coçou para gravar um novo podcast. Enquanto isso, aproveite o download grátis! E se você for MC, arrisque uns vocais e mande pra gente. O e-mail ainda é aquele: funknacaixa@gmail.com

#RioGrandedoSul #neobailefunk #chernobyl #FrediChernobyl #bailefunk

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo