• Renato Martins

A despretensão de Deekapz em Jewel Gems contagia

O duo de Campinas formado por Paulo Vitor e Matheus, lançou o EP Jewel Gems com oito músicas que são joias raras.


O Funk na Caixa surgiu lá em 2009 com a proposta de apresentar as tendências da música eletrônica com o funk. Na época, essa mistura ainda era pouco conhecida com muitos nomes experimentando no funk tendências que não sabiam qual caminho seguiria. Dentre tantos nomes que publicamos o DropKillers que hoje é o Deekapz, formado por Paulo Vitor e Matheus. Na época, o EP "Chill Baile" da dupla era inovador por trazer rimas de putaria com uma leveza de melodia. Voltando pra 2021, o duo lançou um EP gostoso de ouvir, que mistura a falta de regras na estrutura da música, com elementos da house music, instrumentos de jazz e muita, mas assim, muita malemolência para colocar todo mundo para dançar.


Deekapz é uma dupla de produtores de Campinas que se conheceram em 2014 numa festa, tocando um back to back juntos. De lá pra cá, eles vem soltando produções e remixes que estão presentes em qualquer setlist de sucesso. O remix de "Você me vira a cabeça" da Alcione, perto de bater 1 milhão de visualizações no Youtube, é uma das produções da dupla que é sucesso no Tik tok. Antes da quarentena, a dupla tinha uma turnê agendada pela Ásia e prestes a partir. Como o mundo mudou, eles estão produzindo em casa e soltaram o Jewel Gems.


São oito faixas neste EP que pode ser considerado um álbum próprio. Passeando por vários ritmos musicais e explorando batidas globais, a dupla aposta em sempre inserir elementos da percussão brasileiras nas músicas pra deixar com aquela cara de som brasileiro. Brazuka mesmo, sabe?

Mas essa brincadeira vai muito longe quando as músicas fogem de uma estrutura básica: intro, verso, refrão, verso e refrão. Paulo e Matheus apostam em começar de um jeito, passear por um segundo e finalizar com um terceiro de um modo que tudo funciona. Somado a essa criatividade na hora de produzir, todos os elementos soam com maestria, sem conflitar, sem disputar espaço e arrematados com um baixo que te envolve.


"Toma" abre a compilação com um 808 lembrando o funk carioca nos anos 80. Próximo ao miami bass, a batida gorda te conquista antes mesmo da melodia chegar. E quando ela chega, o miami some para uma cadência de batidas espaçadas, próximo ao trap, fechando num ritmo próximo ao house. Confuso? Na escrita sim, mas pros ouvidos é uma massagem sonora.


As próximas, "Inside", "Higher" e "Vibes" sugam da essência que definem o Deekapz atualmente. Em 2020, durante a quarentena, as músicas "throwback" e "topspin" já apresentavam essa mescla de estilos, influenciados pelo house e R&B que eles assumiram. Aliás, duas joias que mereciam estar no EP também.


Trecho do videoclipe Topspin


Em "Caught Me" eles exploram um remix audacioso de "It Wasn't Me" de Shaggy e Rik Rok, sucesso da black music dos anos 2000. Já em "De Rajada" com a presença da MC Rianny, o duo passeia em suas origens com um chill baile caprichado. O EP se encerra com "Quando você chegar" em uma mistura de sonoridades apresentando quem é o Deekapz: R&B, beatbox do funk e samples da MPB.


Jewel Gems é um EP despretensioso, que convida o ouvinte a quebrar padrões e ouvir algo que não se espera. Te faz dançar, te envolve e te joga num universo sonoro misturando tudo que é de bom.

Aproveite para apoiar o trabalho da dupla com uma doação no Bandcamp

Redes sociais: Twitter // Soundcloud // Instagram

Na foto: Matheus e Paulo Vitor


Quem são


Falamos e apoiamos o Dropkillers em 2015 com o EP Chill Baile. Em 2017 o duo já começava a despontar com trabalhos com o selo BRUK e com o duo Tropkillaz. Mas o EP SWL019, com a gravadora Soulection, foi que virou a chave para os dois, mostrando que a brincadeira virou trabalho. Desde então, Paulo e Matheus fizeram uma turnê na Europa, um EP de remixes com o carioca Kevin o Chris, já produziram o álbum SOMOS e Bluesman do Baco Exu do Blues e os singles "Tudo pode ser" de Hot e Oreia, "Devagarinho 2.0" do trio Tribalistas, "Mudando o Jogo" do BK, "Fellini" do Criolo e participou de "Etérea" com Ganjaman do Criolo também. A lista é grande e você pode conferir tudo por essa playlist.


42 visualizações0 comentário